sexta-feira, 25 de maio de 2012

Um milhão de mães contra a Marvel!



Não se trata da nova saga da Marvel que vai substituir Vingadores vs. X-men...
Mas algo pior, o patrulhamento moral de um movimento cristão americano chamada"One Million Moms", ligado ao American Family Association, lançou um documento ontem. Onde condenam e repreendem a iniciativa daa Marvel de estampar nas capas da revista o casamento gay entre o Estrela Polar e seu namorado.
O documento diz o seguinte:

As crianças querem ser como os super-heróis. As crianças imitam as ações de super-heróis e até mesmo se fantasiam para se assemelhar a esses personagens, tanto quanto possível.
Você pode imaginar os meninos dizendo: "Eu quero um namorado ou marido como X-Men?" Isso é ridículo! Por que homens adultos homossexuais precisam de super-heróis como modelos?
Eles não precisam, mas queremos alertar que as mentes dos nossos jovens são facilmente impressionáveis, e ao se colocandar esses personagens gays em pedestais, sob holofotes, as editoras estão influenciando fortemente a nossa juventude, através dos super-heróis, para uma lavagem cerebral que os leve a pensar que uma escolha de estilo de vida gay é normal e desejável.
Crianças não sabem o que realemente significa, "homossexual", ou "sair do armário", mas a Marvel está usando super-heróis para confundi-los sobre este assunto sob o pretexto de levantar questões de conscientizaçãode que podem escolher um estilo de vida alternativo.
Estas empresas estão levando nossas crianças a uma discussão prematura sobre a orientação sexual, conclamamos todos a exigir que cancelemtodos os planos para super-heróis homossexuais imediatamente.
"Como cristãos, sabemos que a homossexualidade é um pecado" (Romanos 1:26-27).
CBR lembra que essa mesma organização já organizou protestos virtuais contra as HQs do Archie, quando também tivemos um asamento gay nas suas edições, e sugeriram um boicote ao programa de Ellen DeGeneres, quando ela se assumiu publicamente como lésbica... Todos os movimentos fracassaram.
O que eu acho? O que é ridículo mesmo é essa organização de Mães achar que pessoas "viram" gays por ver um gay numa revista, ou novela, ou filme... Como se a homossexualidade fosse capaz de clicar num botão (ui) e imediatamente fazer seu cérebro se transformar em gay.
O que é prejudicial pra sociedade é esse patrulhamento moral, que se apega a preconceitos e acaba descambando pra discussões inócuas, com argumentos igualmente preconceituosos e que fomenta intolerância e violência.
Essa organização de mães devia fazer um movimento de conscientização pra diminuir o preconceito xenofobia, homofobia, racismo e tudo mais que eles enfiam na cabeça dos seus filhos e que gera americanos psicóticos que saem por aí dando tiro nos outros!!!

hell dos melhores do mundo

Os maiores clichês dos filmes de ação